Ficou um pedaço seu por aqui…

puzzle

No começo a gente segue aquele roteiro, se livra de tudo, fotografias, presentes, não queremos nada que nos faça lembrar por perto, rola até uma tristeza de encontrar alguma coisa que faz lembrar, as vezes confundimos a tristeza com raiva e gritamos a todos os ventos que estamos melhor assim, e que não quero nem mais pintada de ouro.

E não é que o tempo era mesmo o melhor remédio? As pessoas repetiam isso e eu não acreditava, achava que era só uma frase padrão pra quando não se sabe o que dizer. Mas ele cura tudo, o tempo nos ajuda amadurecer, amadurecer ao ponto de aprender com o que passou, de entender que aquela história teve seu ponto final no momento que precisava ter. Ponto finais não anulam toda a história que aconteceu, apenas demarca o término, e é ai que percebemos que toda aquele sentimento ruim não é nada perto da quantidade de Coisa boa que aconteceu.Amadurecer é isso, é quando você pode olhar pra traz e sorrir por tudo que aconteceu, pela experiência e pelas boas histórias, que tiveram seu momento pra acontecer, e que bom que aconteceram.

Tanto tempo passou desde o ponto final, que deu tempo até de cicatrizar tudo, ficou aquela cicatriz discreta, que muitas vezes nem lembramos que está lá, mas ainda é como se tivesse um pedaço seu aqui, um pedaço que quando menos espero me faz agir de um jeito estranho, como se o ponto final fosse uma virgula, mas não foi.

A mão as vezes vai pro celular pra tirar foto daquele objeto que você adoraria, ou pra mandar aquela piada interna que tentamos mostrar pra outras pessoas, mas não adianta, só a gente ria, e riamos igual bobo inclusive, pois tinha coisa que só sendo ‘agente’ pra entender.

Eu refaço os caminhos pra praia, pro campo e pra cachoeira, vai ter sempre uma esquina que me faz lembrar da chuva que tomamos ou da vez que escorreguei e cai no meio de todo mundo, vão existir esses pedaços da gente por todos os lados, tem aquele filme que eu assisti enquanto estava meio na foça, O Brilho eterno de uma mente sem lembranças, onde da pra contratar um serviço pra apagar as lembranças de um relacionamento que não deu certo…Bom, eu não apagaria  nadinha do que aconteceu, é bom lembrar de tudo e sai até uns sorrisos de algumas coisas.

Não doi mais e nem vem com todo aquele peso do começo lembrar de você, é até engraçado, muita coisa aconteceu, pessoas e situações passaram, mas hoje mexendo aqui na gaveta, nossa aliança ainda está lá, junto com algumas coisinhas, parece esperar que façamos as pazes e ela volte pro meu dedo, os alguns de fotos ainda estão salvos no computador, afinal vai chegar o aniversário de namoro e vou ter que encontrar uma inédita pra postar, com algum texto engraçado, mas isso não vai acontecer, e não tem problema nenhum, foi a gente que decidiu e hoje sabemos que foi o que precisava acontecer, talvez eu me livre dessas coisas, afinal, tem um pedaço aqui de você que vai me acompanhar.

Já até brincamos que talvez não seja nessa vida ainda, mas você ainda vai ser a minha vida, mas você sabe mais que ninguém que eu sempre fui ansioso.

Ficou um pedaço seu aqui, acho que posso conviver com ele, pois esse pedaço provavelmente é um pouco da gente que não vai sair de mim.

Everton Lima é Desenvolvedor Web, aficionado por tecnologia e café, Practitioner em PNL, com formação em Hipnose e ciclista amador.

Everton Cerqueira Everton Lima Cerqueira
Agência SOMA - Especializados em WordPress
São José dos Campos, São Paulo, 12233 Brasil
http://www.evertonlima.net

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *